terça-feira, 28 de setembro de 2010

Começo de um sonho... carrinhos de brinquedo!


   O que as crianças sentem quando ganham seu primeiro carrinho de plástico que as impulsiona continuar brincando com ele, mesmo que esteja sem rodas, quebrado ou amassado, mesmo havendo outros brinquedos disponíveis, é o sonho de ter um de verdade, de poder dirigir e por isso ela insiste naquele carro que sua mãe várias vezes quis jogar no lixo e ela só desistirá dele, quando ganhar um novo carro.  Assim como nós na vida real, as crianças se apegam ao seu primeiro carro e ficam tristes por ter que se desfazer deles...esse é o primeiro contato do sonho do homem com a máquina.




  Não importa em que geração, seja ela a do autorama, ou da hot wheels, a paixão é a mesma. Nos tornamos colecionadores, estudiosos sobre o assunto, devorando tudo que cai em nossas mãos. Somos ases da velocidade em nossa imaginação, como aqueles da tv ou das corridas de domingo. E crescemos aperfeiçoando nossos gostos de acordo com o modelo, o ano, a mecânica, o design, a potência, o conjunto da obra, tudo desperta interesse.

 

e então, chegamos aos carros de controle remoto, um passo da realidade, onde você pode mexer no carro, fazer tuning, upgrades, mostrar suas habilidades para seus amigos e competir...eita palavra gostosa! quem não gosta de competir? quem não gosta de provar que é o melhor? dessa forma, o brinquedo passa a formar nosso caráter, nossos gostos e principalmente nossa índole. Trapacear, até quando vale a pena? você até pode dizer : "sem essa, nunca é bom trapacear, é errado! ", concordo com você, mas diga isso a uma criança que quer impressionar seus amiguinhos e não ser motivo de piada...eu disse criança? tsc, sabemos que aqueles que pilotam essas belezinhas de controle remoto já não são crianças faz tempo, mas o conceito é o mesmo, pois assim como acontece com motoristas de verdade, alguns se transformam por trás de seus carros, vale tudo quando o foco é a paixão pelo seu carro, ainda que seja apenas um brinquedo inocente.

próximo post : categorias de competição.

por : Takahashi Ryousuke , membro do Projeto D.

Nenhum comentário:

Postar um comentário